sexta-feira, maio 20, 2005

Projectos

Os cartazes de Manuel Maria Carrilho com o slogan “Eu tenho um projecto para Lisboa”, têm para já um grande mérito: voltaram a introduzir a palavra projecto no quotidiano dos lisboetas. Recordo-me de há uns 4 ou 5 anos atrás a palavra projecto ser justificação para tudo e mais alguma coisa. Tudo começou no futebol, com o chamado “Projecto Roquette” para o Sporting que justificava qualquer derrota. Era comum o discurso “este é um projecto a médio-prazo, portanto não podemos pedir resultados imediatos”. E pronto, ninguém se atrevia a dizer nada. Caramba, se o homem tinha um projecto então deixem-no concluir. A moda pegou e em tudo o que era eleições para presidente de um clube desportivo, aquele que dissesse “eu tenho um projecto” tinha a vitória assegurada. Os jovens ligados às artes são outros que utilizam a palavra projecto para daí tirarem proveito. Quando estão prestes a inaugurar uma exposição, basta darem entrevistas onde digam que a exposição faz parte de um projecto (lá está) onde se explora a solidão no mundo. Toca a dar visibilidade ao artista. Ele tem um projecto e isso é uma coisa séria. Mesmo que o resultado final se traduzisse numa laranja em cima de uma cadeira com um foco de luz.
Pessoalmente, acho que faltou imaginação ao staff do Dr. Carrilho. Na minha opinião, teria mais impacto um cartaz onde ele aparecesse abraçado à Barbara Guimarães com a frase: “Se com a pinta de panasca que tenho consegui esta mulher para a minha vida, imagine o que posso conseguir para Lisboa.” Era sucesso garantido.

PS: Este post não invalida a minha convicção de que Carrilho é o melhor candidato para Lisboa nas próximas autárquicas.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Então em que ficamos?!
Aiaiaiaiai Edgar, já não te entendo...

5/23/2005 09:19:00 da manhã  
Blogger Edgar said...

Eu escrevi que “é o melhor para Lisboa”, não que é o ideal. Quando se olha para o lado e só se vê o "péssimo", de repente o "assim-assim" até se torna bom :)

5/23/2005 12:30:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O péssimo?? O péssimo???
Mas... tu... tu não tinhas dito que gostavas do carmonita?
Sinto-me defraudada!!
Não discuto mais política contigo!
Carmona só há um, é como o Nestum, e eu não quero mais nenhum!!
;)

5/23/2005 08:31:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

«Carmona só há um, é como o Nestum, e eu não quero mais nenhum!!»?????
Só há um Nestum? Pensava que havia vários: o mel, o figo, etc...
E o Carmona é como uma papa? Não o achava assim tão mau. E porque não Cerelac?

5/27/2005 12:54:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Lololololol
Caro anónimo, claro que Nestum só há um! O de mel!! Os outros não sabem a nada...
Gosto de cerelac, mas não tanto como de nestum, dá-me azia...
E o Carmona não é mau, é mt boa pessoa, e n tenho dúvidas q o melhor candidato a Lx...

5/28/2005 03:27:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »

2/22/2007 08:15:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP »

3/16/2007 11:18:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home