terça-feira, março 23, 2004

Noticia Inimigo Publico

Na ultima sexta feira o jornal “Inimigo Publico”, que eu considero um dos jornais mais credíveis de Portugal, publicou uma noticia que pela sua importância e relevância, decidi transcrever aqui (com a devida vénia aos autores):
“A Direcção-Geral de Contribuições e Impostos (DCGI) aponta o tunning como uma fonte de receitas que tem sido desprezada pelo Estado e cuja tributação se pode revelar altamente proveitosa. Spoilers traseiros, modificação de carroçaria, adornos brilhantes, jantes de design duvidoso, escapes Remus e artimanhas não especificadas que aumentem 1500 cavalos de potência a um carro que so tem 75 á saida da fabrica passarão a pagar um imposto provisoriamente designado por Taxa Pintas.
A DGCI tambem pretende taxar outras actividades queridas aos portugueses como o fato de treino ao domingo, a sardinhada a beira da curva da estrada nacional, a aspiração de automoveis com extensões eléctricas puxadas de quartos andares ou mais e a unha comprida no mindinho. Não se sabe se o governo vai avançar para mais dois impostos polémicos: uma taxa para quem saia á rua de pijama e chinelos, mesmo que seja so para comprar o pão e outra para pais que vistam irmãos gemeos de igual”.